29 de set de 2013


Mahalo e Gefferson Vila Nova brilham no Bahia Moda Design

1
Já consolidado como um dos principais eventos que evidenciam o potencial da moda produzida em nosso Estado, o Bahia Moda Design (BMD), ocorrido nos últimos dias 25 e 26, na Itaipava Arena Fonte Nova, mostrou - mais uma vez - que temos fortes diferenciais competitivos. O Cachecol Colorido acompanhou o segundo dia de desfile e pôde ver de perto as aguardadas coleções da sólida Mahalo e do promissor Gefferson Vila Nova, vencedor do Concurso Novos Talentos Shopping Barra 2013.

A Mahalo apresentou sua coleção Terra Dourada, inspirada nas formas, sons, aromas e cores de nossa fauna e flora. Por conta da proximidade da Copa do Mundo, ela acredita que esse o momento ideal para mostrar a todos a beleza do nosso país. Camisetas, sungas, biquínis, blusas, bermudas, calças, entre outras criações, conquistaram olhares atentos da plateia. Sem falar nos suspiros causados pelos belos modelos. Nós adoramos uma linda saia mullet, branca com listras coloridas. Perfeita! Procure na Mahalo mais próxima.  #FicaDica

Gefferson Vila Nova também fez bonita estreia com uma coleção referenciada nas metrópoles e suas cenas urbanas.  Muita geometria e cores quentes mescladas ao preto. Um luxo!
O BMD também contou com oficinas, palestras, além de uma exposição de peças dos vencedores do Concurso Novos Talentos, promovido pelo Shopping Barra, desde 1999.  Destaque para as produções de Vitorino Campos e Aládio Marques, que já despontam no cenário nacional e internacional. Clique  nas fotos e depois comente o que achou! Beijos!







 Short lindão da Coleção Terra Dourada 
 Jacy Passos e Melicia Almeida, designers da Mahalo
Eu e Jacy Passos, que também é colaborada do Cachecol <3 
Gabriel Almeida, designer da Mahalo, exibe sua criação :)
 Novos Talentos Shopping Barra 
 Novos Talentos Shopping Barra 2013. Ao centro, criação de Vitorino


 Desfile de Gefferson Vila Nova 

 Criações de Gefferson Vila Nova <3






1 comentários:

José Carlos Santana disse...

...Claro que por ser um indústria com seus indefectíveis meandros mercadológicos, a moda, afinal, não passa de uma epidemia (consumista) induzida - o próprio termo "tendência" já alude a esta possibilidade. Nunca precisei descartar alguma roupa por estar "fora de moda" pois não a compro impulsionado por tendência e sim estilo, que é mais permanente que qualquer onda fashionista do momento.

Postar um comentário